Caso Vitória: Júlio César relata nova versão, inocenta casal e diz que foi torturado pela polícia

Em uma carta dada a imprensa, Júlio César Lima, que atualmente está preso suspeito de participação no caso Vitória Gabrielly, contou uma nova versão sobre todo o crime afirmando que os verdadeiros assassinos ainda estariam soltos. Júlio escreveu uma carta de próprio punho de quatro páginas afirmando que foi torturado pela polícia em que deveria confessar o crime.

Chutes, socos, choques e até mesmo sufocamento com saco plástico o suspeito afirma que sofreu. E ainda conta que todo o crime aconteceu sobre conhecimentos de agentes de segurança pública da Delegacia de Araçariguama.

“Tudo que falei foi porque a polícia me obrigou mediante tortura física e emocional. Até minha família foi ameaçada”

Em sua carta, Júlio cita o casal Maiara Borges e Bruno Marcel de Oliveira afirmando que ambos são inocentes e que tudo já dito sobre eles foi tudo mentira. Que nunca esteve em um carro com eles e nem com a menina, e só contou tudo agora pois acredita que esteja seguro em Tremembé, Penitenciaria onde os três estão presos.

Também ao veículo de televisão, o delegado da Seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel, negou as declarações, e ainda afirmou que o suspeito teve diversas oportunidade de se pronunciar sobre tudo isso e que o mesmo irá ter que provar todas as “supostas afirmações”, já que passou por diversas vezes pelo IML (Instituto Médico Legal). E que existem laudos de corpo de delito que comprovam que nunca teve qualquer tipo de lesão corporal.

Outra informação é que o delegado considerou estranhas essas afirmações já que Júlio não teria relatado as informações da carta ao seu advogado.

Guarda Municipal encontra corpo de homem desaparecido há dois dias em Araçariguama

A Guarda Municipal de Araçariguama (SP), entrou neste final de semana (29), pela inicio da tarde de domingo, o corpo de um homem que estava desaparecido há dois dias na cidade. O corpo de André Joaquim Barbosa dos Santos, de 28 anosestava na  Estrada do Ibaté.

Horas antes do corpo do homem ser encontrado, familiares  encontraram a moto da vítima em uma área de mata próxima à estrada, sem a chave e com o capacete.

De acordo com a GCM, há algum tempo, André Joaquim Barbosa dos Santos, de 28 anos, se envolveu em uma briga no frigorífico onde trabalhava. O rapaz chegou a atingir um colega com dois tiros, sendo um na perna e outro próximo do rosto.

Na época, a vítima foi hospitalizada e, após a recuperação, deixou a cidade. Em seguida, André procurou a delegacia, acompanhado de um advogado, para se entregar.

Ainda segundo a GCM, o rapaz estava respondendo pelo crime em liberdade até desaparecer, na última sexta-feira (27), por volta das 14h.

Como o corpo não apresentava marcas de violência, a polícia trabalha com a hipótese de suicídio. O caso será investigado.

Acusados de matar jovem Vitória Gabrielly são levados ao “presídio dos famosos”

Na manhã desta sexta-feira (20), os três acusados da morte da jovem Vitoria Gabrielly, foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) de Sorocaba para exames e serem levados ao  “presídio dos famosos” – Tremembé.

Júlio César de Lima Erguesse, Bruno Marcel e Mayara Borges de Abrantes foram encaminhados para a penitenciária de Tremembé nesta sexta-feira, ao lado de outras pessoas que ficaram conhecidas em todo o mundo por crimes de grande caso, como o Casal Nardoni, do Caso Isabella Nardoni (2008).

Ao chegar no IML para fazer os exames, Mayara se irritou com a presença de jornalistas e disse que irá provar sua inocência no caso.

No inicio da semana (16), o Ministério Público denunciou os envolvidos por sequestro, homicídio e ocultação de cadáver, e alega que o trio matou a menina sabendo que ela era a vítima errada da ação. O alvo de fato seria uma outra menina parecida com Vitória, e que o irmão da real vítima estaria devendo uma cerca quantia em dinheiro para um traficante da região.

 

Carreta pega fogo na Castelo Branco em Araçariguama e causa lentidão

Um incêndio em uma carreta acabou gerando uma paralisação na  Rodovia Castelo Branco, em Araçariguama na tarde deste sábado (14).

O incidente ocorreu por volta da 13h no quilômetro 43 no sentido capital. A via ficou parada por cerca de 40 minutos e apresentou lentidão até às 16h. A concessionaria que administra a rodovia orientou os motoristas.

As causas do incêndio serão apuradas, o motorista do veículo que estava sozinho não teve ferimentos. A principio as causa do incêndio pode ter sido iniciada por uma falha elétrica.

Polícia recupera carneiros roubados de fazenda em Aracariguama

Há três semanas uma fazenda foi invadida por criminosos em uma área rural de Aracariguama (SP), e levaram 50 carneiros em um caminhão.

Nesta quinta-feira (14), a  Polícia Civil recuperou 34 dos 50 carneiros roubados. Os animais estavam em uma loja de ração em Mauá.

Um homem suspeito da acãa foi preso no local onde os animais estavam. A polipol agora trabalha na investigação do caso, para saber quem comprou o redtante dos animais, sendo um crime de receptação.

Um caminhão deve ser acionado para o transporte dos animais até a fazenda do proprietário.

Araçariguama: Ex-marido agride mulher ao saber que ela estava em novo relacionamento

Uma moradora de Araçariguama (SP), de 31 anos, ganhou destaque na internet na manhã desta terça-feira (10), após usar as redes sociais para denunciar uma ação de agressão cometida pelo seu ex-marido.

Jackeline Mota usou seu perfil no Facebook para publicar uma foto em que aparece com o rosto sujo de sangue. Junto a foto ela relata ocorrido no qual foi agredida na frente dos filhos e diz que teve o nariz quebrado pelo ex, pelo fato de a mesma ter iniciado um novo relacionamento com uma outra pessoa.

Logo a publicação teve centenas de compartilhamentos e mensagens de apoio. Em uma outra publicação ela conta que sofreu agressões do ex-marido por um período de 11 anos.

“Durante 11 anos tentei me separar, mas sofria inúmeras ameaças e perseguições entre outras situações que afetava meu trabalho, vida pessoal e familiar” contou ela ao Correio do Interior.

Ao final da publicação ele deixou uma mensagem como alerta para outras vítimas de agressão “Mulheres, não se calem. Não tenham medo. Se o medo for da morte, entendam que vocês que vivem uma situação destas dentro de casa estão com a alma morta em um corpo que apenas existe, não vive.”

O caso foi registrado pela vítima na delegacia da cidade como agressão e a vítima ainda deverá fazer uma cirurgia no Centro Hospitalar de Sorocaba (CHS), pela fratura sofrida.

A Polícia já identificou o agressor, sendo um assessor de um parlamentar da cidade, a nossa reportagem ele não quis falar sobre o caso.

Polícia identifica mandante da morte de Vitória Gabrielly

A Policia Civil já identificou o mandante da morte de Vitória Gabrielly de 12 anos na cidade de Araçariguama (SP).

A informação foi dada na noite desta quarta-feira (04) pela polícia, porem não deu mais informações sobre o acusado.

A polícia também confirmou conforme noticiado por inúmeros meios de comunicação, de que a garota foi pega por engano em uma ação do trafico de drogas.  Uma testemunha ocular do caso disse que tem uma irmã com as mesma características da vítima e que recebia ameças de morte por dever R$ 7 mil a um traficante.

Vitória foi morta depois de sair de casa para andar de patins em uma rua próxima a sua casa. Por uma semana a jovem ficou desaparecida em que muitos se uniram para localizar a jovem que no dia 15 de junho foi encontrada morta em uma mata há 7 KM do local onde desapareceu.

Três pessoas moradores da cidade de Mairinque (SP) estão presas em investigação sobre o caso, um delas deu a polícia informações que ajudaram a desvendar o caso até o momento, os três detidos foram indiciados por homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Em breve a polícia deverá se falar sobre a identificação do mandante do crime. As investigações do caso são mantidas sobre sigilo.

Araçariguama poderá ter linhas de ônibus para Barueri e Sorocaba com ajuda da EMTU

No início do último mês (junho), a Empresa Metropolitana de Transporte Urbano (EMTU) e a Prefeitura de Araçariguama, estiveram reunidos e uma reunião no qual estudam ampliar os horários e implantar novas linhas no serviço intermunicipal –  viagem de uma cidade a outra.   

Durante a reunião de membros do governo municipal da cidade com o  presidente da EMTU, Teodoro de Almeida Pupo Júnior, Lili Aymar solicitou a ampliação na prestação de serviços da EMTU, com novas linhas, ampliação das já existentes e novos horários para Araçariguama,

O principal pedido na reunião foi da criação de uma linhas para Sorocaba e Barueri, e novos horários para linhas de Itu e Mairinque, que passam por São Roque, ambas com a prioridade em atender estudantes e trabalhadores. 

A EMTU já iniciou estudos e demais trabalhos para implementar as duas novas linhas, mas não há informações de quando esses estudos serão finalizados para os coletivos entrar em operação. A agencia ainda deverá buscar por uma empresa que possa gerenciar as duas linhas, podendo ser feitas pela Viação Ralip ou pela Rápido Luxo Campinas.

Advogado pede à Justiça que solte casal de Mairinque investigados na morte de Vitória Gabrielly

Na manhã desta sexta-feira (29) a polícia realizou a prisão do casal envolvido na  morte da jovem Vitória Gabrielly de 12 anos.

Bruno Marcel de Oliveira, de 33 anos e Mayara Borges de Abrantes, de 24 anos, tiveram decreto de prisão temporária por 30 dias com base em nas declarações dada em depoimento por  Júlio César Lima Ergesse.

O advogado do casal, Jairo Coneglian, encaminhou à Justiça um pedido de liberdade para seus clientes, alegando que não há provas concretas  contra eles. O pedido deve ser respondido dentro das próximas horas.

O que também levou a prisão do casal foi um odor identificado por um cão farejador que apontou que Bruno Marcel esteve no local onde o corpo da jovem foi encontrado no dia 15 de junho em uma mata no bairro Caxambu, em Araçariguama (SP) cidade no qual ela estava desaparecida desde o dia 8 de junho quando saiu de casa para andar de patins.

A identificação do odor foi feita em uma vistoria na casa do casal em um par de sapato usado por Bruno. A polícia ainda não deu novas informações sobre essa situação.

Contradições contatas pelo casal em depoimentos ao caso também reforçam o pedido de prisão pedido pela delegacia de Araçariguama. Bruno segue preso em uma sela na delegacia de São Roque e Mayara foi levada a cadeia feminina de Votorantim.

Cão farejador aponta que suspeito esteve no local onde Vitória Gabrielly foi encontrada morta

Na manhã desta sexta-feira (29) a polícia realizou a prisão do casal envolvido na  morte da jovem Vitória Gabrielly de 12 anos.

Bruno Marcel de Oliveira, de 33 anos e Mayara Borges de Abrantes, de 24 anos, tiveram decreto de prisão temporária por 30 dias com base em nas declarações dada em depoimento por  Júlio César Lima Ergesse, também envolvido no caso e também com base na identificação de um odor sentido por um cão farejador que apontou que Bruno Marcel esteve no local onde o corpo da jovem foi encontrado no dia 15 de junho em uma mata no bairro Caxambu, em Araçariguama (SP) cidade no qual estava desaparecida desde o dia 8 de junho quando saiu de casa para andar de patins.

Pelo inicio da desta noite desta sexta-feira (29), o advogado do casal,  Jairo Coneglian, encaminhou à Justiça um pedido de liberdade para seus clientes, alegando que não há provas concretas  contra o mesmos.

O que também motivou o decreto de prisão foram inúmeras contradições contatas pelo casal em depoimentos até o momento.